16.2.09

Serviço Social ACES-USF (Centros de Saúde)

No Site da ARSN econtra-se em discussão pública, entre os dias 9 e 16 de Fevereiro, a proposta de Minuta de Manual de Ariculação de Unidade de Saúde Familiar / Agrupamento de Centro de Saúde. Todos os comentários, críticas e sugestões deverão ser enviados para o seguinte endereço electrónico: dc-csp@arsnorte.min-saude.pt
Minuta_Manual Articulação_JAN2009.pdf
Data de Publicação: 06-FEV-2009 17:08

Neste sentido chegou-me a seguinte sugestão de umas colegas, que divulgo:
Minuta – Manual de Articulação de Unidade Saúde Familiar / Agrupamento de Centro de Saúde

Analisado o documento, um grupo de Assistentes Sociais a exercerem em Centros de Saúde, e no que à área profissional do Serviço Social se refere, apresenta o seu contributo:

1 - Sugestão:
a) Integrar no ponto 4.1 o Serviço Social. “Os utentes da USF, têm acesso a consultas ….., nomeadamente Serviço Social, Psicologia, Nutrição……………”.
b) Eliminar o Ponto 4.2.

2 – Fundamentação:
a) Sendo o Serviço Social uma das especialidades profissionais do Centro de Saúde, não vemos necessidade de a destacar diferentemente das outras especialidades, devendo ser por isso tratada de forma igual.
b) Até á constituição da URAP e da UCC do ACES, a articulação de todas as especialidades presentes no ACES com a USF, deverá observar procedimentos idênticos, não sendo necessário destacar nenhuma área profissional específica.
c) A participação do Serviço Social no processo de atribuição de ajudas técnicas decorre, tal como com outras atribuições, do seu conteúdo funcional, sempre que necessária uma avaliação social no âmbito do processo, não sendo por isso necessário distinguir.

A definição de procedimentos de articulação, particulares, deve ser efectuada com o Núcleo de Serviço Social da URAP que integre os Assistentes Sociais de cada ACES.

16 de Fevereiro de 2009
Ass.:

2 comentários:

José Carlos Veríssimo disse...

penso que seria importante a APSS pronunciar-se e tomar uma posição sobre esta situação. no entanto considero muito válida a sugestão das colegas é gratificante perceber que começa a existir uma maior participação e voz activa por parte d@s Assistentes Sociais.

S Guadalupe disse...

O prazo de discussão pública foi muito curto, no entanto não invalida uma eventual posição da APSS especificamente sobre esta situação, já que se sabe que existe um grupo de trabalho sobre esta matéria e que já fez saber a sua posição genérica.