18.6.11

artigos a ler

Francisco Branco Acção Social, Individuação e Cidadania A construção do acompanhamento social no contexto do Estado Social activo

Marc-Henry Soulet O Trabalho Social Paliativo Entre redução de riscos e integração relativa

na Revista CIDADES. Comunidades e Territórios

3 comentários:

Duarte disse...

Uma situação a analisar pela APSS, já que nem há sindicato, é o da precariedade que graça nas unidades de cuidados continuados. É inadmissível que se pague em muitas um valor de 6€/hora com recibo verde. Não há qualquer regulação destas matérias pela própria RNCCI, nem por qualquer outra entidade, ficando à descrição de cada unidade.

mikaejo disse...

Uma coisa é o que dizem as directivas da RNCCI e outra o que a entidade patronal decide aplicar. O Estado nunca pode legislar no sentido de abolir o recibo verde porque ele,o Estado, é o principal prevaricador. Há alguma informação de que as UCCI´s começam a ter equipas estáveis até porque algumas dão os primeiros passos no sentido da certificação da qualidade.

S Guadalupe disse...

Duarte, peço-lhe que exponha a situação por e-mail à APSS: apss_dn@yahoo.com