9.5.07

Petição: mais uma etapa ultrapassada

O Senhor Presidente da Comissão de Trabalho e Segurança Social informou-me que a petição foi aceite. Encontra-se pendente na referida comissão para efeitos de apreciação e parecer nos termos regimentais.

27 comentários:

alfredo henríquez disse...

Isto é uma noticia !!!!!
Agora necessitamos de tomar mais consciência e dar força à nossa petição. Sugiro que o Movimento continue e que dinamizemos mai a categoria profissional.

Não devemos dar tregua à mediocridade e defraudar os milhares de colegas que assinaram.

Pra Frentex Guadalupex !!

S Guadalupe disse...

aceitam-se ideias! venham elas!

mais um AS disse...

Sugiro que, de algum modo, se possa informar a comunicação social, desta nossa pretensão (a Ordem), e sensibilizar a população em geral para a importância e abrangência da nossa profissão, de modo a "presionar", um pouco mais, a comissão de avaliação.

O facto de estarmos mais perto dos que não têm voz, também nos tira a nossa, pois ficamos como que esquecidos a "cuidar" dos problemas dos nossos utentes.

Uma greve de classe?

Anónimo disse...

Parabéns a todos nós e ... obrigado S. Guadalupe.
marta

Anónimo disse...

Que boa notícia:)Qual deverá ser o próximo passo? A ideia da divulgação na comunicação social parece-me excelente...

António Duarte disse...

A ideia da comunicação social é importante, mas também sugiro que se crie um grupo, tipo "lobby" de forma a iniciar uma ronda de contactos com alguns elementos estratégicos (em especial partidos políticos/grupos parlamentares e ministérios, e talvez, também, universidades que leccionem o curso de Serviço Social, associações de estudantes, etc.).

S Guadalupe disse...

A divulgação junto da comunicação social ficou a cargo da APSS, pois ser uma entidade colectiva a fazê-lo tem maior credibilidade. Não sei como se processou, muito embora não tenha visto nada nos jornais.

As notícias hoje acerca da retirada de poder às ordens sobre os cursos... seria um óptimo dia para fazer a divulgação.

António Duarte disse...

Podia explicitar melhor essa questão da retirada de poder às ordens sobre os cursos?

S Guadalupe disse...

ouvi na TSF hoje pela manhã. Será criada uma agência... que já deveria ter sido (mesmo antes da implementação de Bolonha)... para avaliação e acreditação dos cursos. Só espero é que exerça seriamente os seus poderes e que feche alguns dos curos que surgiram tipo cogumelos... mas tenho as mais sérias dúvidas!

S Guadalupe disse...

Ok, juntei uma série de documentação sobre os cursos de serviço social, sobre as situações de oferta de emprego que têm surgido e sobre os julgamentos em praça pública e enviei para a LUSA e para o Jornal Público. Vamos ver se me contactam...

António Duarte disse...

Só temos a agradecer a esta colega que tem sido incansável na defesa dos interesses da nossa classe!

sarinha disse...

Concordo...Obrigada Guadalupe!!

A ideia de divulgar na comunicação social parece-me muito acertada, isto pk tenho a ideia de que a nossa classe profissional só aparece na comunicação social para ser criticada...ESTÁ NA HORA DE MOSTRARMOS O NOSSO LADO...
Era bom uma reportagem sobre o trabalho q fazemos e as dificuldades q temos a desenvolvê-lo...p perceberem q nem tudo é "culpa dos Assistentes Sociais"...(frase q estou farta de ouvir)
Concordo tb com o encerramento de certos cursos..indefinidos...q nao se sabe bem p o q servem e acabam por tirar lugar a cursos mais credíveis (como o de Serviço Social)...

Mais uma vez: OBRIGADA Guadalupe por todo o esforço e dinamização...

Beijinhos
Sara

S Guadalupe disse...

Bem, espero que ... se não der em nada.... ninguém se organize para me bater! Ainda assim, já pressipõe organização, o que é positivo ;).

Se não der em nada, pelo menos já obrigámos alguém a trabalhar nisto, para além de nós próprios!

Obrigado, pela parte que me toca.

mais um AS disse...

Cara Colega S. Guadaluoe, você é um exemplo de dinamismo e empreendadorismo. Felicito-a por isso.

A minha humilde sujestão (que dei mas não fiz), teve eco. Obrigado em nome de todos os Assistentes Sociais.

...sem modéstia, eu também vou fazendo a minha parte em prol do bom nome da profissão.

E, sem querer "ofendê-la" com esta minha opinião, penso que daria uma excelente Bastonária da nossa Ordem. Desculpe-me se, de algum modo, perferia que o não tivesse escrito.

Sinceros cumprimentos

António Duarte disse...

Concordo!

António Duarte disse...

Já agora...existe um blog sobre a ordem dos assistentes sociais que até consta na lista de links do Insistente Social, no entanto, nesse blog nunca apareceu qualquer informação sobre o processo da petição. Ao que parece esse blog pertence ao Prof. Francisco Branco. Talvez fosse interessante contactá-lo...

joaquim disse...

Eu peço desculpa por incomodar, mas não ponham a carroça à frente dos bois, já ouvi antes tantas gente prestes a ser bastonária, pelo seu contributo, lembro-me apenas da Drª. Beatriz Couto, que deu início a todo este processo e com quem tive imensas discussões, e tanta gente que há anos luta por uma reorganização da classe profissional...cuidado a petição "apenas" foi aceite, não lançem já corridas e fulanizações, nem queiram queimar ninguém, o pior do serviço social é sempre recomeçar de novo esqueçendo quem muito tem dado ao longo de anos...
Medíocres?! A quem se refere o Alfredo? Tenhamos bom uso das palavras quando nos referimos, mesmo em geral a colegas da profissão, pelo menos nós saibamos cultivar alguma ética relacional.

E muita calma, meus senhores, "the curiosity kill the cat"...

S Guadalupe disse...

Ai que grande confusão... apesar de gostar de confusões, pois encerram muitas leituras possíveis, pela minha parte poderei clarificar:
- tenho uma carreira de que gosto e é nela que quero continuar a investir;
- não posso comprometer-me com nada mais do que me comprometi perante mim mesma;
- sou ainda nova na profissão e tenho pouca paciência para burocracias;
- nunca me passou tal ideia pela cabeça, pois nunca pensei que o blog viesse a ter tanto êxito (este é assumido, tendo em conta a evidencia das mais de 63 mil espreitadelas que já teve...);
- já disse várias vezes que não tenho sede de protagonismo, já o tenho perante os meus alunos e é desse que gosto(é o chamado protagonismo compulsivo!);
- fico muito contente com as felicitações e com o reforço positivo das minhas acções pelos que aqui têm dado o seu testemunho, mas sei que outros tantos não partilham da mesma posição (e ainda bem... gosto de pluralismo);
- o joaquim tem razão quando diz que é só uma etapa: a petição foi aceite e está a ser analisada!

vamos ver no que dá...

Quanto ao Professor Francisco Branco... teve a simpatia de enviar-me um e-mail que guardei com imenso orgulho e vaidade. Ele próprio sugeriu que o publicasse, mas, por opção, não o fiz. Não tem a ver com falsa modéstia, sou mesmo assim, penso no "depois"... Ele apoiou a iniciativa e tem estado sempre disponível, assim como outros membros da APSS com quem contactei.

joaquim disse...

A S. Guadalupe tem demonstrado um espirito combativo invulgar na nossa àrea, o que é muito importante, e deve merecer o apluso. É justo, muito.
Mas lembrei que a profissão não caíu agora dos seu e há muitas pessoas, como o Francisco Branco, a Fernanda Rodrigues, entre vários que têm dado ao longo destes anos muitos contributos para o patamar que atingimos.
Não podemos, por razões diversas disparar tiros á toa e sem lógica.

S Guadalupe disse...

Os que estão no poder são invariavelmente alvo de críticas. Isso é natural e não é de agora. Mas, criticar apenas no sentido do "bota abaixo" não é de meu feitio, aliás, a minha sólida formação sistémica obriga-me a pensar tudo pela positiva e a compreender a situação no seu contexto e interrelações.

Para além disso, as pessoas que aqui foram destacadas sabem do meu profundo respeito pelo seu trabalho, apesar das discordâncias num ou noutro ponto.

A APSS, que é a organização que melhor conheço e porque sou sócia, tem uma equipa em que acredito, mas as circunstâncias não tem sido as melhores para que possam implementar o seu projecto.

Provocador social disse...

Bom, algumas ideias .... Pegar nos e-mails das instituiçoes e tentar mandar as colegas essa informação... ( só uma ideia ).
Agora, APSS , Beatriz Couto, Francisco Branco etc... desculpem mas nesse peditório já dei. E conheço bem o que eles deram e como....Precisamos de nos renovar... e de certeza que esses não são, embora seja o meu ponto de vista, os pessoas adequadas para...
Mas, sempre achei que não somos uma classe que se saiba organizar... Vejam, a petição só foi assinada por cerca 4 mil pessoas. Quantos somos nós? Há que lutar, porque ganharíamos juntos o que temos perdido separados , lá diria o O'Neill

joaquim disse...

É nos sempre demos para diversos peditórios, provávelmente eu já dei para o provocador, tenho a certeza é que este não terá dado para nenhum em que entrei.

Que consistência possui um discruso destes? Diria Bota- abaixismo, que uma certa esquerda gosta e adora fazer, mas que infelizmente como vimos em França, contribui mais do que pensa para a manutenção do Status-quo.

A liberdade também têm de passar por aí. Forças do capitalismo, retrocesso das liberdades, discursos ocos que morreram junto ao muro de Berlim, para esse peditório e o seu inverso é que já demos que chegue...

Susana Borges disse...

Este provocador social é um covarde que se esconde por detrás de um "nickname" para dizer as baboseiras que lhe apetece. É um idiota com i maiusculo.

alfredo henríquez disse...

Colega Sónia Guadalupe, não te importas de divulgar esse dossier comigo ?

Provocador Social disse...

Bom, o que parece que incomodou Susana Borges foi o anonimato mediante “nickname”, mas recordo-lhe que, o facto de escrever sob um nome não a identifica, esse nome pode ser o da colega do lado, da prima, do tio …etc.
Aliás na net há de tudo e é esse um dos seus encantos…
Porém, “o anonimato identificado da senhora” levou a um comentário pouco elegante. Senão vejamos: A minha opinião é legítima mesmo a coberto de um “nickname”. Fundamenta-se no facto objectivo, dessas pessoas, terem tido ou terem ainda, responsabilidades no movimento associativo e, este se apresentar bastante incipiente. Mas, se não concorda com a mesma, e é legítima a sua opinião, fundamente os motivos. Não qualifique… porque fica na estaca zero da opinião…. E esse é o princípio do preconceito.
E já agora, fez-me lembrar, e sem ofensa, algumas colegas de Serviço Social para quem, tudo o que os seus “ utentes” lhe dizem é pura mentira, se não for confirmado por recibos, papéis e mais papéis, declarações e mais declarações porque “ pobre mente só para ter uns tostõezitos da Segurança Social” (e perdoem a linguagem mas…. Apeteceu-me …)

S Guadalupe disse...

Por mim, estão à vontade... desde que o insulto não reine!

António Duarte disse...

Bem, eu não trabalho na Segurança Social, mas penso que essas burocracias são uma imposição política, porque se dependesse dos técnicos o volume de papéis diminuiria, já que acaba por ser ridículo, mas também frustrante para as próprias, as quais acabam por ser impotentes perante as normas jurídicas que lhes são impostas. Claro que deve haver o tal sentido crítico, e algumas até têm, no entanto, a Segurança Social não é um organismo nada fácil. Mas a postura que algumas adoptam de duvidarem constantemente das pessoas/"utentes" às vezes é irritante e deveria ser evitada, pois o que muitas vezes revela é insegurança e um trabalho pouco analítico. Depois os apoios são muitas vezes incipientes, sem resolverem nada, havendo tanto trabalho burocrático para "parir um rato". Mas acredito que não devemos centrar as nossas críticas nas colegas que não têm uma tarefa fácil, possuindo pouca autonomia técnica, mas sim em quem idealiza os procedimentos.